Princesas

A Princesa Negra

Era uma vez uma linda princesa negra que vivia em um reino distante. Ela tinha a pele escura como a noite, os olhos escuros como o carvão e o cabelo preto e encaracolado que lhe caía em cachos macios sobre os ombros. Ela era conhecida por sua beleza e sua inteligência, mas muitos a desprezavam por causa de sua cor de pele.

A princesa negra vivia em um palácio rodeado por jardins de flores coloridas, árvores frutíferas e fontes de água cristalina. Seus dias eram preenchidos com atividades como ler, aprender a tocar instrumentos musicais, dançar e aprender línguas estrangeiras.

No entanto, apesar de sua vida privilegiada, a princesa negra frequentemente se sentia solitária e triste. Ela não conseguia entender por que as pessoas não a aceitavam pelo que ela era. Ela frequentemente chorava à noite, perguntando-se por que ela não era amada como qualquer outra pessoa.

Um dia, um príncipe de outro reino chegou ao palácio em busca de uma noiva. Ele tinha ouvido falar da beleza e da inteligência da princesa negra e queria cortejá-la. No entanto, quando ele a viu, ele expressou desdém por sua cor de pele, dizendo que ele só queria uma noiva de pele branca.

A princesa negra ficou arrasada com o comportamento do príncipe, mas ela decidiu que ela não iria deixar a ignorância dele prejudicá-la. Ela decidiu tomar as rédeas de sua própria vida e seguir o seu próprio caminho. Ela começou a explorar o reino, conhecendo pessoas e lugares novos e aprendendo sobre a cultura de outras pessoas.

Durante sua jornada, ela conheceu um jovem jardineiro. Ele era gentil e atencioso, e eles rapidamente se tornaram amigos. Juntos, eles passaram seus dias explorando os jardins do palácio e conversando sobre suas vidas e sonhos. A princesa negra descobriu que o amor verdadeiro não é baseado na aparência física, mas sim na compreensão e na conexão emocional.

Com o tempo, a amizade deles cresceu em um romance, e eles se casaram em uma cerimônia linda e emocionante. Quando o príncipe que havia desprezado a princesa negra descobriu que ela havia se casado, ele percebeu o erro que havia cometido. Ele se arrependeu do seu comportamento e tentou procurar a princesa negra para pedir desculpas, mas ela não estava mais lá.

A princesa negra havia encontrado a felicidade verdadeira em seus próprios termos. Ela provou a todos que a cor da pele não determina o valor de uma pessoa e que o amor verdadeiro não conhece limites. E assim, ela viveu feliz para sempre com o amor de sua vida, ensinando ao mundo a importância da aceitação e do amor próprio.

4.2/5 - (43 votes)

O Que Achou da Historinha?

Botão Voltar ao topo