Princesas

Cinderela

Era uma vez, em um reino distante, uma jovem chamada Cinderela. Ela vivia com sua madrasta malvada e suas duas filhas, Anastácia e Drizela. Cinderela era uma jovem gentil e graciosa, conhecida por sua beleza e bom coração, mas sua vida não era fácil.

Desde a morte de seu pai, Cinderela era tratada como uma criada em sua própria casa. Sua madrasta e meias-irmãs faziam-na realizar todas as tarefas domésticas, enquanto elas desfrutavam de todos os luxos. Apesar das dificuldades, Cinderela mantinha seu espírito otimista e sonhava com um dia melhor.

Um dia, o rei anunciou um grande baile no castelo, onde o príncipe escolheria uma noiva. As meias-irmãs de Cinderela ficaram emocionadas com a perspectiva de conquistar o coração do príncipe, e passaram dias se preparando para o grande evento. Enquanto isso, Cinderela ajudava-as em todos os preparativos, costurando vestidos magníficos e arrumando seus cabelos.

Quando o dia do baile chegou, Cinderela suspirou ao vê-las partirem. Ela também desejava ir ao baile, mas sua madrasta cruel proibiu-a de ir, alegando que uma criada não tinha lugar em um evento tão nobre. Sentada no chão da cozinha, Cinderela começou a chorar. Foi então que algo mágico aconteceu.

De repente, no meio de suas lágrimas, apareceu uma fada madrinha. Com uma varinha mágica, ela transformou a simples roupa de Cinderela em um deslumbrante vestido de baile, e seus sapatos velhos em lindos sapatinhos de cristal. A fada madrinha também transformou uma abóbora em uma carruagem elegante e ratinhos em cavalos majestosos.

Antes de partir para o baile, a fada madrinha advertiu Cinderela para retornar antes da meia-noite, pois a magia desapareceria. Cinderela agradeceu efusivamente e partiu para o castelo em sua carruagem mágica. Ao chegar ao baile, ela deixou todos encantados com sua beleza e graça, incluindo o príncipe.

Enquanto isso, em casa, a madrasta e as meias-irmãs estavam chocadas ao ver Cinderela transformada. Elas não faziam ideia de quem era a bela dama que havia capturado a atenção do príncipe. Mas a noite mágica estava prestes a chegar ao fim.

Cinderela dançou a noite toda com o príncipe, esquecendo todas as suas preocupações. No entanto, quando o relógio começou a soar à meia-noite, ela lembrou-se das palavras da fada madrinha e fugiu apressadamente do castelo. No processo, deixou para trás um dos sapatinhos de cristal.

O príncipe ficou desesperado para encontrar a dona do sapatinho perdido. Ele percorreu o reino, visitando cada casa em busca da mulher cujo pé se encaixaria perfeitamente no sapatinho de cristal. Quando chegou à casa de Cinderela, as meias-irmãs tentaram forçar o sapato a caber nelas, mas foi em vão.

Finalmente, chegou a vez de Cinderela experimentar o sapato. Ele se encaixou perfeitamente, confirmando sua identidade. O príncipe reconheceu-a imediatamente como a encantadora dama do baile. Ele pediu a Cinderela que se casasse com ele, e ela aceitou felizmente.

A madrasta e as meias-irmãs ficaram chocadas ao ver a reviravolta do destino. Cinderela perdoou-as por tudo o que haviam feito, e o reino celebrou o casamento real com grande alegria. Cinderela tornou-se a princesa mais amada, e ela e o príncipe viveram felizes para sempre.

4.5/5 - (32 votes)

O Que Achou da Historinha?

Botão Voltar ao topo