Princesas

Rapunzel

Há muitos anos, em um reino distante, viviam um homem e uma mulher que desejavam muito ter um filho. A esposa ficou grávida e, para satisfazer seus desejos, passou a ansiar pela rara planta Rapunzel, que crescia no jardim da bruxa vizinha, Gothel. O marido, preocupado com a saúde da esposa, decidiu roubar a planta para ela. No entanto, Gothel descobriu o roubo e, em troca da planta, exigiu que lhe dessem a criança assim que nascesse.

Quando a bebê veio ao mundo, Gothel apareceu e a levou consigo, dando-lhe o nome de Rapunzel. A menina cresceu trancada numa torre alta, sem escadas ou portas, somente uma janela no topo pela qual a bruxa entrava. O cabelo de Rapunzel era longo e dourado, alcançando o chão da torre e servindo como sua única ligação com o mundo exterior.

Rapunzel cresceu sendo ensinada por Gothel, mas também nutria uma curiosidade inata sobre o mundo além dos limites da torre. Ela passava seus dias cantando e lendo livros, e seu cabelo, além de ser uma característica marcante, também escondia um poder mágico.

Anos se passaram, e Rapunzel se tornou uma jovem bela, curiosa e inteligente. Num dia, ao escutar uma música tocada pelo vento, ela cantou a canção que ouvira. A voz suave e melodiosa de Rapunzel ecoou pela floresta, atraindo a atenção de um jovem príncipe que cavalgava por perto. Intrigado pela melodia, o príncipe seguiu a voz até encontrar a torre escondida.

Ao ver o príncipe pela primeira vez, Rapunzel ficou surpresa e assustada, mas ao longo do tempo, começou a conversar com ele. Gradualmente, eles se apaixonaram um pelo outro, e o príncipe prometeu levá-la para longe da torre, para que pudessem viver juntos no reino.

Rapunzel, inspirada pela ideia de liberdade e descoberta, concordou com o plano. O príncipe prometeu retornar e levá-la na noite seguinte, trazendo uma corda para que ela pudesse descer da torre. Entretanto, antes que pudessem colocar o plano em ação, Gothel descobriu tudo.

Enraivecida, Gothel cortou os longos cabelos de Rapunzel, tirando sua única forma de escalar a torre. Em seguida, expulsou-a para uma terra distante e escura, enquanto o príncipe era enganado por Gothel, fazendo-o acreditar que sua amada estava perdida para sempre.

Desolada, Rapunzel vagou pela floresta até encontrar um refúgio, onde passou a viver escondida. Ali, ela deu à luz a gêmeos, frutos do amor entre ela e o príncipe. Apesar de estar longe da torre, seu cabelo, agora curto, ainda mantinha seu encanto e beleza.

Rapunzel cuidou com amor e carinho de seus filhos, cantando para acalmá-los. Sua voz doce, ainda encantadora, era sua única conexão com a magia que possuía. O príncipe, entristecido pela perda, vagou pelo reino por anos, procurando por Rapunzel sem sucesso.

Enquanto isso, Gothel, em sua torre, mantinha Rapunzel presa em sua memória, alimentando seu próprio ressentimento. Anos se passaram até que o destino decidiu entrelaçar novamente os caminhos de Rapunzel e do príncipe.

O príncipe, após anos de busca, acabou reencontrando Rapunzel enquanto vagava pela floresta. Ao ouvir sua canção, ele percebeu a verdade e correu para abraçá-la, reencontrando seus filhos e entendendo toda a história.

Determinados a enfrentar Gothel e conquistar sua liberdade, o príncipe e Rapunzel voltaram ao reino. Em um confronto emocionante, Gothel tentou aprisioná-los mais uma vez. No entanto, a coragem e a determinação de Rapunzel prevaleceram. Juntos, eles enfrentaram Gothel e a derrotaram, libertando-se de uma vez por todas de sua influência maligna.

O reencontro de Rapunzel com sua verdadeira família trouxe alegria e alívio. O príncipe, Rapunzel e seus filhos foram reunidos, e Rapunzel finalmente pôde viver livre da torre, ao lado de sua verdadeira família, experimentando a vida e a liberdade que sempre desejara.

4.6/5 - (34 votes)

O Que Achou da Historinha?

Botão Voltar ao topo