Animais

101 Dalmatas

Nos subúrbios de Londres, em uma charmosa casa vitoriana, viviam dois adoráveis dálmatas, Pongo e Perdita, ao lado de seus donos, Roger e Anita. Pongo, um dálmata brincalhão e inteligente, adorava a companhia de seu dono, Roger, um talentoso compositor musical. Enquanto isso, Perdita, uma dálmata afetuosa e leal, desfrutava da vida ao lado de Anita, uma talentosa designer de moda.

A vida tranquila desses dálmatas mudou quando Anita foi visitada por uma antiga colega de escola, a excêntrica Cruella De Vil. Cruella, conhecida por seu amor por peles de animais, chegou em um carro extravagante, coberta por peles exóticas e acompanhada por dois capangas desajeitados. Ela expressou seu interesse em comprar os filhotes dálmatas que Pongo e Perdita estavam esperando.

Roger e Anita, encantados com seus cachorros, recusaram a oferta. Porém, Cruella não era conhecida por aceitar um “não” como resposta. Determinada a obter os filhotes de dálmatas, ela não desistiu da ideia. O nascimento dos filhotes foi uma festa na casa de Roger e Anita, mas a felicidade logo se transformou em preocupação quando Cruella soube que os filhotes haviam nascido.

Uma noite, enquanto Roger e Anita estavam fora, Cruella, com a ajuda de seus capangas, Horácio e Gaspar, invadiu a casa e sequestrou os filhotes dálmatas, deixando Pongo e Perdita devastados. Os dálmatas, angustiados e desesperados, buscavam uma maneira de encontrar seus filhotes perdidos.

Pongo, conhecido por sua inteligência e coragem, teve uma ideia brilhante. Durante seus passeios matinais, ele percebeu que todos os filhotes dálmatas pareciam iguais, o que significava que eles poderiam se disfarçar e passar despercebidos entre os inúmeros dálmatas de Londres. Pongo decidiu que eles iriam resgatar seus filhotes e, para isso, precisavam da ajuda de outros animais.

Com a ajuda do cão da fazenda, Coronel, e do cavalo Capitão, Pongo e Perdita embarcaram em uma jornada pela cidade em busca de seus filhotes. Enquanto isso, os capangas de Cruella, Horácio e Gaspar, tinham a tarefa de reunir 101 dálmatas para transformá-los em casacos de pele.

A busca dos dálmatas pela cidade foi repleta de aventuras e desafios. Eles encontraram outros animais que se uniram à causa, incluindo um grupo de cachorros da cidade liderados por um velho vira-lata chamado Fiel. Juntos, eles enfrentaram diversos obstáculos, desde escapar de perigosas armadilhas até despistar os capangas de Cruella.

Enquanto isso, os filhotes dálmatas estavam presos em uma mansão sombria e distante, aguardando seu destino cruel nas mãos de Cruella. Porém, com a astúcia e determinação dos dálmatas pais, e a ajuda dos amigos que fizeram ao longo da jornada, eles estavam um passo mais perto de salvar os filhotes.

A busca emocionante culminou em um confronto final na mansão de Cruella, onde os dálmatas conseguiram libertar seus filhotes e mais 84 dálmatas que estavam presos lá. Com a ajuda de um golpe de sorte e a confusão causada pelos cachorros, Cruella e seus capangas foram capturados pela polícia.

No final, todos os dálmatas, incluindo Pongo, Perdita e seus filhotes, voltaram para casa com Roger e Anita, onde receberam amor e cuidados. A casa estava cheia de felicidade e os dálmatas eram uma grande família unida, celebrando sua vitória e aprendendo o verdadeiro significado da coragem, lealdade e amor incondicional.

4.6/5 - (105 votes)
CONCORRA A 2 MIL REAIS!

Um Comentário

O Que Achou da Historinha?

Botão Voltar ao topo